Home >> Séries & TV >> Vamos Falar de Série: Scream

Vamos Falar de Série: Scream

3 Flares Twitter 3 Google+ 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 3 Flares ×

Ou, a série do Pânico

Olá pessoal, como vão vocês? Já ouviram assistiram aos filmes da franquia Pânico? Se você é da década de 90 provavelmente irá se lembrar desse fantástico filme de suspense de 1996. Pânico (no original, Scream que significaria algo como ‘gritar’) é um filme dirigido por Wes Craven que conta a história de um assassino em série que tem como marca o uso de uma máscara de fantasma (famosa Ghostface) e também o hábito de ligar para suas futuras vítimas e fazer uma pergunta sobre filmes de terror, caso a vítima erre a resposta, o assassino a mata. Após a jovem Sidney Prescott (Neve Campbell) conseguir escapar de seus ataques o assassino fica obcecado por ela. Pânico teve tanto sucesso que gerou mais 3 continuações que seguem mais ou menos sempre o mesmo padrão: Uma série de assassinatos ocorrem na pequena cidade da Califórnia Woodsboro (na realidade não existe uma cidade com esse nome na Califórnia, só no Texas, ou seja, a cidade do filme é fictícia), onde as principais vítimas são jovens e os assassinatos sempre estão ligados de alguma maneira com Sidney (personagem principal). Mas O principal nos filmes mesmo é o suspense, pois é muito difícil saber quando o assassino irá agir, ou como, e principalmente, quem é o assassino.

Agora valos falar da série Scream.

Scream estreou dia 30/06 pela MTV, com contrato para uma temporada de 10 episódios que após ir ao ar seu segundo episódio já foi confirmado à renovação para a segunda temporada. Dessa vez Wes Craven não estará na direção por alguns conflitos de agenda, mas ele participará da série como um consultor executivo. A série começa com a viralização de um vídeo na internet onde mostra a jovem Audrey (Bex Taylor Klaus, a Sin de Arrow) ficando com outra jovem em um carro à noite. Após esse cyberbullying começa na cidade uma série de assassinatos que pode ter (ou não) ligação com esse acontecimento. A série se passa na cidade fictícia de Lakewood que no passado também sofreu nas mãos de um serial killer.

Scream não é remake de nenhum dos filmes, mas também não é exatamente uma sequencia, pelo menos por enquanto não há indícios algum de que haja ligação entre série e filmes. A série é baseada SIM nos filmes, mas conta com um enredo original (nem tão original assim). A série segue o mesmo padrão dos filmes: assassinatos em série, grupo de adolescentes como centro da trama e claro o assassino misterioso usando a Ghostface. A série abusa de clichês e estereótipos em seus personagens e em seu enredo no geral. Cada personagem é um estereótipo de jovem americano onde temos o nerd, as popular, a “fácil”, o atleta, a deslocada, a boasinha e por ai vai. E na relação dos personagens também é bem clichê, o nerd é o melhor amigo da deslocada (que por sinal é bixessual), a boazinha namora com o atleta, temos aquela que fica com um professor,  a popular é a “bitch” da escola em todos os sentidos que a expressão pode ter. Claro que esses estereótipos são propositais para que todos que assistam possam se identificar de alguma maneira com algum dos personagens. E talvez, aliás, muito provavelmente a série vai se aprofundar mais em cada um deles para não ficar só nos clichês.

O que marca mesmo em Scream não são seus personagens nem sua história, e sim a nostalgia que a série gera. Pra quem assistiu aos filmes do Pânico (principalmente o 1 e 2 que são os melhores, depois dá uma caída) a série é um mar de referências, e em cada cena é possível notar alguma referência (mesmo que muito sutil) aos clássicos filmes. Além disso, Scream consegue manter a mesma pegada presente nos filmes, e nos proporcionar um verdadeiro suspense. Cada personagem da série é um assassino em potencial, é muito difícil adivinhar quem é a pessoa por trás da máscara. A MTV já nos trouxe muitas séries boas (das que repercutiram no Brasil temos Teen Wolf, Awkward., My Life as Liz, além de Beavis and Butt-Head e Jackass), mas acredito que é a primeira vez que nos traz uma nesse gênero de suspense. Quem conhece as séries da MTV, sabe que elas não são um exemplo em efeitos especiais nem nada disso, e com Scream não é diferente. Seus efeitos não são um marco na televisão mundial, mas devo dizer que eles estão bem “Oks”, não chega a ser ruim, de fato, só se torna incômodo pra quem for muito crítico (chato). A série não conta com muitos atores famosos, e suas atuações não são dignas de Oscar. Além disso, o ambiente da série, cheio de clichês e tudo mais, não permite um destaque tão grande nem para os atores, nem para a trama em si, mesmo assim me surpreendi com a qualidade da série. Ao saber que Scream seria feita pela MTV confesso que tive um pé atrás, mas admito que por enquanto ela está na minha lista de séries do momento. Isso se deve quase que exclusivamente pelo fenômeno nostalgia já citado aqui. Eu volto a repetir, a série segue muito bem a linha dos primeiros filmes, e quem gostava dos filmes certamente gostará da série.

Aqui em baixo tem um vídeo com os 8 primeiros minutos da série pra que vocês possam entender melhor o que eu estou querendo dizer, e ver a primeira morte também (não se preocupem que não é Spoiler, é o começo da série mesmo, não tem nada antes dessas cenas).

Vale ressaltar que a cena acima é claramente baseada na cena vivida por Drew Barrymore, primeira vítima do primeiro filme. Essa cena da série foi interpretada por Bella Thorne que havia recebido convite para fazer a série Scream Queens – da Fox – que tem mais ou menos o mesmo padrão de Scream, e também havia recebido convite para fazer um papel mais importante em Scream, mas preferiu fazer o papel da jovem que morre. Bella alegou que nunca tinha feito nada parecido e que queria ter essa experiência.

Bom pessoal, esse foi meu texto baseado nos primeiros episódios de Scream. Tenho medo que a série fique muito cansativa já que foi renovada para a segunda temporada e não sei se terá assunto para tantos episódios. A pesar dos erros, confesso que estou adorando, estou bem animado com o show e principalmente, muito, mais muito curioso para saber que é o assassino. Já tenho meu palpite, mas prefiro manter em segredo. Eu fico por aqui, espero que tenham gostado e quem está assistindo a série, digam nos comentários quem vocês acham que é.

E lembrem-se,toda quarta e domingo tem #VamosFalarDeSérie. Confira também a nossa coluna sobre HQ, que vai ao ar todos os sábados, a #HqSuprema

3 Flares Twitter 3 Google+ 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 3 Flares ×
The following two tabs change content below.
Blastoise Stefens
Ultimo estágio do Squirtle. Cinéfilo, seriemaníaco, vendedor exclusivo de cristais bulerium para Lorde Dragaunus. Nascido e criado no mundo 6, fã de Hitchcock, Spielberg e Ashirogi. Aprendiz de Unagi, Weird e amigo pessoal dos anciões da internet.

Vamos Falar de Série é uma coluna de Blastoise Stefens para o Supremacia Geek. Hoje trazendo informações sobre a série Scream, da MTV.

Quantas estrelas você dá para esta Matéria?

Avaliação do Usuário: 4.68 ( 2 votes)
0
  • Matheus Vieira

    Realmente Scream é muito bom,e particularmente muito bem feito, eu acredito que estou viciado na serie mais pelo pensamento psicótico do Noah kk

    • Mateus Stefens

      Noah é o melhor hahaha