Home >> Nostalgia >> Vamos Falar de Série: Nostalgia SBT
série

Vamos Falar de Série: Nostalgia SBT

7 Flares Twitter 2 Google+ 2 Facebook 3 Pin It Share 0 Email -- Filament.io Made with Flare More Info'> 7 Flares ×

Ou, as séries que geração 90 acompanhou pelo SBT

Olá pessoal, como vocês estão?

Hoje estou aqui com uma pequena lista (nem tão pequena assim) de séries que os jovens nascidos por volta da década de 90 assistiram no SBT. Nem todas as séries presentes aqui neste post foram produzidas em 90. Algumas foram feitas antes, outras depois, mas todas passaram no SBT no final dos anos 90 ou inicio de 2000. Claro que aqui não estão listadas todas as séries, pois seria uma lista quilométrica. Nesse post estão séries que marcaram a minha infância e acredito que a infância de muita gente aqui. Optei por adicionar séries mais família, que passavam geralmente no sábado a tarde ou domingo pela manhã. Bem, chega de explicação, vamos à lista.

As Espiãs (She Spies – 2002 a 2004)

Essa série apresenta 3 ex presidiárias que ganham uma oportunidade única, trocar o tempo de prisão por serviços como espiãs para o governo. A série acompanha as belas Cassie, boa em disfarces, D.D. (minha preferida), que é boa com computadores e Shane, a mais perigosa do grupo e ótima em artes marciais. As minas recebem ordens de Jack na primeira temporada e de Cross na segunda. A série teve duas temporadas, mas só a primeira foi transmitida pelo SBT, a segunda foi ao ar pela Record. Isso gerou muita confusão, pois as duas emissoras mais tarde reprisaram suas temporadas mais ou menos na mesma época, e era estranho ver as mesmas espiãs em canais diferentes e com chefes diferentes. Esse esquema de três jovens mulheres trabalhando como espiãs para o governo e seguindo ordens de um homem normalmente um pouco mais velho e misterioso virou até um certo clichê. Tudo começou em 76 com a série Charlie’s Angels que foi repetido em As Panteras, o filme de 2000. Depois teve o desenho animado 3 Espiãs Demais e então As Espiãs.  A série apesar de curta foi bem legal, com a primeira temporada mais voltada pro humor e a segunda mais voltada para a ação.

Confira a abertura:

 

Alias Codinome Perigo (Alias- 2001 a 2006)

Sydney Bristow quando estava na faculdade dói recrutada por uma agencia secreta que ela acreditava ser uma subdivisão da CIA. Quando seu noivo morreu assassinado Sydney descobriu que na verdade ela não fazia parte da CIA, e sim de uma organização inimiga. Ao saber disso ela resolveu entrar para a CIA, dessa vez a verdadeira. A série lembra um pouco o filme Salt de 2010, onde nada é o que parece ser. A série teve 5 temporadas dirigidas por J. J. Abrams mas não teve um final muito bom. Seu final deixa várias pontas soltas, mas de qualquer maneira,  J. J. Abrams nunca foi conhecido por finais fodas mesmo (sim, estou me referindo a Lost). Uma curiosidade é que Alias faz várias referencias as HQs de Jessica Jones (sim, essa que vai virar série pela Netflix) que surgiu também em 2001. Mas apesar disso, a série Alias não tem relação nenhuma com a heroína das HQs.

Abaixo confira a abertura:

 

O Homem da Casa (Odd Man Out- 1999 a 2000)

A série de comédia gira em torno de Andrew Whitney, um jovem adolescente que mora com 5 mulheres (3 irmãs, a mãe e uma tia). A série foi bem curta, com apenas uma temporada de 13 episódios, mas que merece ser lembrada por conta das inúmeras reprises do SBT. A série foi recusada 5 vezes antes da ABC finalmente decidir gravar o seu piloto, e a julgar pelo índice de audiência devo dizer que  foi um erro terem gravado, mas eu confesso que gostava da série. E o elenco até que era bem legal, com Erik von Detten, Natalia Cigliuti, Jessica Capshaw.

Dose Dupla (Two of a Kind- 1998)

A série começa quando um jovem professor universitário e viúvo contrata uma de suas alunas para tomar conta de suas filhas gemias. Porém com o tempo ele vai se apaixonando pela babá. A série teve uma temporada só e conta com Mary-Kate e Ashley Olsen, as gemias mais ricas do mundo interpretando as personagens principais Mary-Kate Burke Ashley Burke. Apesar de serem gemias na série (e na vida real), e também de estarem sempre juntas, a personalidade delas são bem distintas lembrando um pouco o filme No Pique de Nova York.

Abertura da série:

 

Um Anjo Muito Doido (Teen Angel- 1997 a 1998)

A série começa quando Marty de 15 anos come um hambúrguer velho que estava debaixo da cama do seu amigo Steve já fazia 6 meses e morre. Então Marty volta e se torna o anjo da guarda mais maluco que Steve poderia querer. Marty era bem extrovertido e brincalhão, enquanto Steve era mais calado e estudioso. Ao tentar ajudar Steve a se dar bem, Marty acaba o colocando em diversas situações embaraçosas e engraçadíssimas. Um diferencial dessa série é a quebra da quarta parede (quando um personagem conversa diretamente com o público olhando pra câmera) geralmente feita por Marty.

 

Lois & Clark: As Novas Aventuras do Super-Homem (Lois & Clark: The New Adventures of Superman- 1993 a 1997)

Acredito que sobre essa eu nem precise falar muita coisa. A série conta a história de Kal-El, uma criança vinda de outro planeta que acaba sendo achado por Jonathan Kent e Martha Kent que o criam como filho sobre o nome de Clark Kent na cidade de Smallville. Com 27 anos Clark se muda para metrópoles onde começa a trabalhar como repórter no Planeta Diário ao lado de Lois Lane, por quem  se apaixona depois. Quando Clark não está trabalhando ele está salvando o mundo sob o disfarce de Superman. A série era muito boa e até que era bem fiel (dentro do possível) as HQs. Muitos fãs consideram a melhor série sobre Superman já feita (até porque só tem ela e Smallville).

Abertura da série:

 

Blossom (Blossom- 1991 a 1995)

Essa série merecia um post só dela (uma de minhas séries favoritas), mas enquanto não faço isso, vamos falar brevemente sobre ela. Essa série é centrada na jovem Blossom de 15 anos, uma menina muito inteligente e extremamente sarcástica que mora com o pai Nick e os dois irmãos mais velhos, Anthony e Joey. Anthony é um ex-viciado em drogas que está tentando recomeçar a sua vida, enquanto Joey é possivelmente um dos caras mais burro que já vimos em séries, sempre pensando em sexo ou baseball. A série apresenta alguns dramas corriqueiros na vida de todo adolescente como  preocupação com o futuro, virgindade, namora e etc, mas sempre com um aspecto mais cômico e engraçado, deixando um pouco de lado a parte do drama.

Assistam a abertura da série logo abaixo

 

Querida, Encolhi as Criança (Honey, I Shrunk the Kids- 1997 a 2000)

A série é baseada nos filmes de mesmo nome produzida pela Disney com um total de 66 episódios, a série se passa entre o primeiro e segundo filme (existem vários erros de continuidade em relação aos filmes). A série gira em torno da família Szalinsk, onde Wayne Szalinski  personagem principal e pai das crianças, vive criando diversos equipamentos tecnológicos de alta tecnologia, porém sempre acontece algo com suas intenções que acaba gerando grandes problemas, como por exemplo o raio encolhedor que acaba encolhendo as crianças.  Essa série era divertidíssima e uma das mais nostálgicas dessa lista, apesar de ser constantemente esquecida pelo publico em geral que normamente lembram apenas dos filmes.

 

Punky, A Levada da Breca (Punky Brewster- 1984 a 1986)

Punky era uma menina que após ser abandonada por seus pais passa a morar apenas com seu cachorro Pinky em um apartamento vazio. Então o sindico do prédio, Arthur Bicudo, um senhor viúvo, acaba encontrando a Punky e adotando ela. Junto de alguns amigos que ela conhece no mesmo prédio, Punky acaba se metendo em muitas trapalhadas. Essa série era muito divertida, e sempre é lembrada em listas como essa, e não é por menos. Com o sucesso que a série teve Punky acabou virando até desenho animado. A versão animada de Punky (It’s Punky Brewster!, no original) teve 16 episódios e foi ao ar de 1985 a 1988, esse desenho também foi transmitido mais tarde pelo SBT.

Então pessoal, essa foi uma lista com algumas séries que marcaram essa geração. Como eu disse no comoço, nem todas as séries foram produzidas nos anos 90, mas foram transmitidas (ou reprisadas) nessa época. Sei que faltou uma infinidade de outras séries, mas quem sabe eu não volte aqui com uma segunda parte? Enfim, por hoje é só, espero que tenham gostado, e peço que deixem nos comentários quais séries vou assistiu na infância e lembra até hoje.

Esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado e até o próximo Vamos Falar de Série.

7 Flares Twitter 2 Google+ 2 Facebook 3 Pin It Share 0 Email -- Filament.io Made with Flare More Info'> 7 Flares ×
The following two tabs change content below.
Blastoise Stefens
Ultimo estágio do Squirtle. Cinéfilo, seriemaníaco, vendedor exclusivo de cristais bulerium para Lorde Dragaunus. Nascido e criado no mundo 6, fã de Hitchcock, Spielberg e Ashirogi. Aprendiz de Unagi, Weird e amigo pessoal dos anciões da internet.

Ou, as séries que geração 90 acompanhou pelo SBT Olá pessoal, como vocês estão? Hoje estou aqui com uma pequena lista (nem tão pequena assim) de séries que os jovens nascidos por volta da década de 90 assistiram no SBT. Nem todas as séries presentes aqui neste post foram produzidas em 90. Algumas foram feitas …

Quantas estrelas você dá para esta Matéria?

Avaliação do Usuário: 2.77 ( 5 votes)
0

About Blastoise Stefens

Blastoise Stefens
Ultimo estágio do Squirtle. Cinéfilo, seriemaníaco, vendedor exclusivo de cristais bulerium para Lorde Dragaunus. Nascido e criado no mundo 6, fã de Hitchcock, Spielberg e Ashirogi. Aprendiz de Unagi, Weird e amigo pessoal dos anciões da internet.